Alepi

A ASSEMBLEIA | GALERIA DE FOTOS | WEBMAIL | NOTÍCIAS | OUVIDORIA | Organograma |
14-03-18 14:13

Deputado requer audiência pública e denuncia aumentos na nova Ceasa

 


O requerimento, de autoria do deputado Rubem Martins (PSB), solicitando a realização de audiência pública para debater a situação da Nova Ceasa (Central de Abastecimento do Piauí) foi aprovado na manhã desta quarta-feira (14). O parlamentar agradeceu a aprovação por unanimidade da Casa e denunciou os aumentos que foram praticados após a instalação da Parceria Público Privada (PPP).

 


“Esse requerimento se dá por conta dos discursos feitos aqui pelos deputados João de Deus (PT), Cícero Magalhães (PT), que dizem que está uma maravilha a situação da CEASA. Mas hoje eu recebi aqui na Assembleia uma equipe de permissionários, inclusive o presidente da Associação, que nos retrataram uma realidade totalmente diferente do que é divulgada na imprensa e que os deputados do Governo relatam aqui na ALEPI”, disse Rubem Martins.

 

“O valor da pedra, que é o ambiente de trabalho de cada um, o tabuleiro onde eles expõe seus produtos, antes da privatização a mensalidade custava R$ 33,00. Hoje custa R$ 103,00. O valor depósito para guardar o material custava, antes da privatização, R$ 437,96 e hoje custas R$ 1532,00. Um agricultor familiar que entra lá com seu carro pra vender a sua produção, o acesso, antes de privatizar custava R$ 18,00 e o valor atual é R$ 58,00 e para permanecer lá durante o dia vendendo em cima da carroceria ainda tem que pagar uma taxa de R$ 38,00. Então passou de R$ 18 para quase R$ 100,00. Então esses relatos são a nossa motivação para a realização de audiência pública para tratar sobre a CEASA”, completou o parlamentar.

 

 

No início do ano, os permissionários da Nova Ceasa realizaram uma manifestação em frente ao Palácio de Karnak e protestaram contra o aumento das taxas cobradas pela atual administração. O Modelo de Parceria Público Privada (PPP) foi instalado na Nova Ceasa em maio de 2017, com investimento de R$ 3,6 milhões em obras e reformas que visam reestruturar e modernizar o local. A Nova Central de Abastecimento do Piauí passou a ser gerida pela empresa Brasil Fruit, trabalhando em parceria com o Governo do Estado.

 

 

 

 

 

Laryssa Saldanha - Edição: Katya D'Angelles 



 



Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 
Copyright © 2013 - Assembleia Legislativa do Piauí