Alepi

A ASSEMBLEIA | GALERIA DE FOTOS | WEBMAIL | NOTÍCIAS | FALE CONOSCO | OUVIDORIA |
07-12-17 14:55

Dr. Pessoa se solidariza com delegado e cobra apreciação de projeto

 

Muito enfático, o doutor Pessoa (PSD) usou o tempo de dois minutos destinados aos pequenos avisos, para se solidarizar com o pronunciamento do deputado Robert Rios, em relação a condenação do delegado de Polícia Civil, Bareta. “Delegado Bareta, estou com vossa senhoria dentro da visão que eu tenho da sua atuação dentro da Segurança do nosso Estado”.  O delegado está enfrentando problemas na Justiça sendo acusado de  ter praticado tortura contra duas pessoas que foram presas por ele na cidade de Pedro II.

 

Doutor Pessoa aproveitou também, para solicitar ao presidente da Assembleia Legislativa do estado do Piauí (ALepi), Themístocles Filho (PMDB) pra que intervenha junto ao deputado João Mádison, para que não fique com um projeto de lei, de sua autoria, engavetado.

 

“Deputado João Mádison, pode cuidar da sua boiada, da sua feira, mas saia de cima do meu projeto de lei, porque não está sendo justo, não está sendo honesto para com o deputado doutor Pessoa”, reiterou.  

 

FRANCIS LOPES – O deputado comentou sobre a violência nas escolas, principalmente de alunos contra professores. De acordo com o parlamentar, esse tipo de violência não acontece somente no Piauí, mas em todo o Brasil inteiro.

 

“Inclusive hoje, saiu uma reportagem na TV Globo, no Bom Dia Brasil a respeito da violência nas escolas. E forma contabilizados apenas esse ano, mil e trezentos e quarenta e um professores que sofreram violência nas escolas. Também vi outra reportagem no SBT, de um aluno esmurrando um professor porque ele não estava de acordo com a nota. E nessa mesma reportagem, mais de mil professores tinham sido vítimas, no ano passado, de violência de alunos”, comentou o parlamentar.

 

Francis Lopes lembrou que na Casa existe um projeto de lei que previne a violência contra professores nas escolas, no estado do Piauí e também profissionais da área. “Se possível, a s comissões que são responsáveis, se pudessem dar andamento a esse projeto, a gente agradeceria. E alguns diretores nos pediram para que colocássemos  na Casa, um projeto de lei, para psicólogos nas escolas, para cuidar dos professores, porque menos da metade desses professores voltam para a trabalhar nas escolas”, ressaltou.

 

THEMÍSTOCLES FILHO – O parlamentar e presidente da Alepi, falou sobre a importância de se ter um psicólogo por cada escola. Ele disse que é ruim, qualquer briga em escolas e entende que seria bom que a Secretaria de Educação pudesse fazer uma avaliação sobre essa situação nas escolas públicas do Piauí. “Se é psicólogo ou psiquiatra, o importante é tentar ameninzar esse problemas nas escolas públicas do nosso Estado”, enfatizou o deputado Themístocles.

 

 

 

Lindalva Miranda - Edição: Katya D'Angelles 

 

 

 

 



 



Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 
Copyright © 2013 - Assembleia Legislativa do Piauí