Alepi

A ASSEMBLEIA | GALERIA DE FOTOS | WEBMAIL | NOTÍCIAS | FALE CONOSCO | OUVIDORIA |
19-04-17 13:29

Robert faz discurso duro sobre a Operação Lava Jato e a corrupção no Brasil

A Operação Lava Jato foi mais uma vez tema de discussão na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi), nesta manhã de quarta-feira, dia 19. O orador foi o deputado Robert Rios Magalhães (PDT), que disse está preocupado com a situação do Brasil que se agrava, cada vez mais, a cada nova delação feita pelos donos da empresa Odebrecht, que segundo o deputado, era quem comandava o país, nos governos de Lula e Dilma.


“O Brasil se transformou em uma nação comandada por uma organização criminosa. Os ex-presidentes, Lula e Dilma, juntos, foram uma vergonha na história desse país. E a eles se associaram vários partidos políticos. Fico enojado quando assisto a vídeos sobre os valores recebidos pelos envolvidos na corrupção com a Odebrecht. Um dos diretores da empresa chegou a dizer uma vez para o presidente Lula, que a retirada de dinheiro da empresa, estava demais, porque era o ex-presidente quem intermediava as negociações com a empresa”, comentou o parlamentar.

 


Robert Rios disse que o PT comprou partidos políticos como quem compra peixe em feira, durante a Semana Santa e que Lula pegou dinheiro do BNDS para fazer obras em outros países e que essa situação toda, está causando traumas, nas pessoas e, principalmente, aos jovens.  “Como alguém consegue defender esse bando de delinqüentes, que se apossaram do Planalto. E como um homem sem nenhum estudo, pode governar um país, com cinco diferentes regiões?”, indaga o deputado.

 


Robert Rios disse lembrou-se da herança maldita, deixada pelo Partido dos Trabalhadores, de 13 milhões de desempregados no Brasil. Segundo ele, o Piauí está indo no mesmo caminho da desgovernabilidade, quando o governador Wellington Dias (PT), está apenas com um projeto em mente, que é a eleição de 2018. O deputado disse que o governo do PT, também no Piauí, está acabado e que só na Alepi, foram destinadas nove secretarias, para deputados e mais de cem cargos. O parlamentar também destacou que não são todos os políticos do PT e de outros partidos como o PMDB e PSDB que são corruptos.

 


Rios ressaltou que no caso do ex-presidente Lula, este deveria ao menos ter a dignidade de pedir perdão aos brasileiros, pela roubalheira ocorrida em seu governo. Ele comparou Lula aos traficantes de morros, que quando são pegos com drogas nas mãos, negam que as drogas são suas. E finalizou dizendo que o povo não deve se enganar também, com essa “gentalha” que ainda está no poder, muitas delas envolvida com a Lava Jato.  “Eu sei que minhas palavras ferem aqueles que não têm consciência”, finalizou Robert Rios.

 

APARTES

 

 

Rubens Martins (PSB) - O deputado Rubens Martins pediu um aparte para parabenizar a fala do deputado Robert Rios e enfatizar que ver com muita tristeza não só a situação do Brasil como um todo, mas principalmente como se encontra o estado do Piauí.

 

O parlamentar chamou a atenção para o problema da Agespisa e o projeto de privatização. “Fico muito preocupado, porque a Agespisa tem um advogado, defendendo essa empresa em relação à privatização do órgão. O governador é o maior advogado da Agespisa”, disse Rubem Martins.

 

O deputado lembrou também de outras privatizações que estão sendo feitas pelo governo do Piauí e citou que além da Agespisa, existe um projeto de privatização da Ceapi (antiga Ceasa) e ainda do Hospital Infantil de Teresina.


“É o governo do “entreguismo”. Está entregando as estruturas desse Estado para as empresas privadas. E de uma forma grosseira, sem saber para quem, nem para quê. O que eu estranho, muito, é essa defesa explícita do governo do Estado, nesse processo de privatização. A ingerência do governador junto ao Tribunal de Justiça, ao Tribunal de Contas, é uma coisa patente.

Na imprensa o governador diz que quer pressa do julgamento do Tribunal de Contas, e por trás, agido rapidamente, junto ao Tribunal de Justiça do Piauí para que favorecesse, que desce uma decisão, esmagando, trucidando, mais uma vez o nosso Tribunal de Contas do Estado”, relatou o deputado Rubem Martins, concluindo que é preciso que o povo do Piauí acompanhe o que está sendo feito, nesse Estado, pelo governo atual e pelas lideranças do governo, em prejuízo da população .

 

DR. PESSOA (PSD) - O parlamentar também elogiou a fala do deputado Robert Rios e disse que se gritar “pega ladrão”, vão ficar poucos políticos no país. Ele disse que a situação atual exige eleições já, ainda este ano.

“É uma tristeza ver como o nosso país chegou ao fundo do poço. A Agespisa e outros órgãos do Piauí têm uma “caveira de cavalo velho, enterrada”, disse Dr. Pessoa, acrescentado se faz necessária resolver com urgência, essa situação do país”, finalizou.








Lindalva Miranda



 



Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 
Copyright © 2013 - Assembleia Legislativa do Piauí