Campanha Novembrinho Azul é destaque em sessão solene no Legislativo
06/11/2019 11h26

A Assembleia Legislativa realizou na manhã desta quarta-feira (6), sessão solene para lembrar a campanha “Novembro Azul” de prevenção das doenças e discussão da saúde do homem. A sessão foi proposta pelo deputado Gessivaldo Isaias (Republicanos), autor da lei que propôs a discussão sobre o assunto.

Bastante concorrida e contando com as presenças de vários profissionais da saúde, a sessão foi inicialmente presidida pelo deputado Severo Eulálio (MDB), que convidou para compor a Mesa de Honra, a médica Mauricélia Borges, representando o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera; Valdite Borges,  coordenadora da Saúde do Homem da Secretaria de Estado da Saúde; Vinícius Pontes, coordenador-geral do Hospital Infantil Lucídio Portela e outros médicos do referido hospital.

O deputado Gessivaldo Isaias foi o primeiro orador a ocupar a tribuna, para lembrar que mais uma vez assumia a bandeira em defesa da saúde do homem,  bem como da mulher, da criança e do adolescente do Piauí.

Gessivaldo saudou o médico Vinícius Ponte, que tomou a iniciativa de elaborar e lhe apresentar o projeto de lei que instituiu o “Novembrinho Azul”, com o objetivo de tratar a saúde da criança e do adolescente. “Nós defendemos esta bandeira para que não fique só em mais uma campanha política e sim uma política pública de saúde”.

O deputado lembrou que “o Piaui é um estado referência em saúde e nós sempre defendemos uma maior atenção ao idoso, à mulher e especialmente à criança e ao adolescente, que são os mais vulneráveis nesta cadeia de sobrevivência”, disse Gessivaldo Isaías. E citou a Lei 7224/2019, de sua autoria, que obriga o governo a dar o devido tratamento à saúde do homem. “E vamos cobrar para que esta lei não fique só no papel”, avisou o deputado, que agradeceu a presença dos servidores e médicos do Hospital Lucídio Portela nas galerias da Casa.

Médico fala de dados e importância da campanha Novembrinho Azul


O médico urologista do Hospital Infantil Lucídio Portela, Djalma Ribeiro Costa participou da sessão solene em homenagem a Campanha Novembrinho Azul. Na oportunidade, o médico abordou os dados das doenças que acometem crianças e adolescentes.

O médico agradeceu pela realização da sessão solene e parabenizou o deputado pela proposição que deu origem a Lei nº 7224/2019 que institui a Campanha Novembrinho Azul como política de Estado. A campanha tem como objetivo oferecer atendimentos a crianças do sexo masculino de 0 a 19 anos, alertando sobre doenças urológicas prevalentes na infância e adolescência, educação sexual e vulnerabilidades a agravos externos.

A campanha faz alusão ao Novembro Azul, que é realizada por diversas entidades e dirigida à sociedade e, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

“Quero agradecer o deputado Gessivaldo Isaías pelo Projeto do Novembrinho Azul e aos demais deputados que compõe esta Casa em favor desta causa que visa melhorar o retrato da saúde masculina e, consequentemente, da família e da sociedade,  e assim mudar o pensamento de que o homem não requer cuidados em saúde genital, mental, comportamental e nos demais aspectos do corpo humano”, destacou Djalma Ribeiro Costa.

O médico apresentou os dados do Data SUS que mostraram que, entre os anos de 2013 e 2017 morreram anualmente 830 homens de 0 a 19 anos no Piauí.

“A Lei nº 7224, de 2019, surge como uma luz de esperança para as famílias do Piauí e também como um exemplo para os demais estados da federação. O meu desejo é voltar aqui, daqui alguns anos, e apresentar dados melhores em nosso estado e espero que o engajamento que acontece no mês de novembro seja a mesma nos demais meses do ano”, sugeriu o médico.

O diretor do Hospital Infantil Lucídio Portella, Vinicius Pontes do Nascimento, enalteceu a Lei 7.224/2019, de autoria do deputado Gessivaldo Isaías, aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Wellington Dias, criando a campanha Novembrinho Azul nas escolas do Piauí.

Ao falar durante sessão solene, o diretor do HILP disse que a lei vai contribuir para que os homens piauienses vivam mais, ao educa-los desde a infância para que tenham cuidado com a saúde. Vinícius Nascimento afirmou que é importante que os homens sejam ensinados desde cedo a examinar o seu corpo, como ocorre com as mulheres, educadas ainda crianças sobre os cuidados com a saúde e terminam vivendo mais  que os homens.

O médico lembrou que doenças que ocorrem na infância e adolescência podem causar muitos problemas aos homens em sua fase adulta.

O diretor enalteceu, também, o trabalho desenvolvido pelo Hospital Infantil na assistência às crianças piauienses, que tem sido bem sucedido graças à dedicação do corpo clínico e dos servidores. “Apesar dos poucos recursos, o nosso hospital atende pacientes dos 224 municípios do Estado”, acrescentou ele.

No final da sessão, o deputado Gessivaldo Isaías, que presidia os trabalhos, agradeceu ao governador Wellington Dias por ter sancionado a lei de sua autoria e parabenizou o diretor Vinícius Nascimento, o corpo clínico e os servidores pelos relevantes serviços que o Hospital Infantil presta à população do Piauí.

Edmundo Moreira/Laryssa Saldanha/ J. Barros 

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí