Líder do Governo rebate críticas da oposição às novas operações de crédito
10/09/2019 14h35

 

O líder do Governo, deputado Francisco Limma (PT), defendeu, hoje (10), a aprovação das quatro mensagens encaminhadas pelo governador Wellington Dias à Assembleia Legislativa visando a obtenção de novos empréstimos para a realização de obras no Estado. O orador criticou a oposição, afirmando que faz um discurso com o objetivo de confundir a opinião sobre os pedidos de empréstimos, principalmente quando diz que os recursos poderão ser desviados.
Francisco Limma disse que, ao contrário de outros Estados, o Piauí tem capacidade financeira para obter novos empréstimos, tendo em vista que somente comprometeu até agora 51% de suas receitas correntes líquidas, que chegam a R$ 10 bilhões por ano. Ele lembrou que São Paulo, que é o Estado mais rico do Brasil, compromete 200% de suas receitas correntes líquidas.
“Graças a uma atuação planejada e cuidadosa do governador Wellington Dias, o Piauí equilibrou as suas finanças e tem crescido acima da média nacional e regional”, ressaltou ele. Ele lembrou que, em 2003, quando Wellington Dias assumiu a administração estadual, o Piauí comprometia 164% de suas receitas correntes líquidas com o pagamento de dívidas.
O líder do Governo declarou que os recursos dos empréstimos possibilitarão ao Governo a retomada dos investimentos no Piauí, promovendo a geração de emprego e renda. Ele afirmou que o Estado pretende obter um dos empréstimos para alongamento do prazo de pagamento de R$ 1,2 bilhão, o que fará com que os juros anuais tenham uma redução de 12% ou 14% ao ano para cerca de 8%.
Francisco Limma adiantou que outro empréstimo no valor de R$ 1,5 bilhão será utilizado para a realização de obras, incluindo a recuperação de mais de quatro mil quilômetros de estradas e a construção de acessos rodoviários a alguns municípios, como Morro Cabeça no Tempo e Domingos Mourão.
Por J. Barros

O líder do Governo, deputado Francisco Limma (PT), defendeu a aprovação das quatro mensagens encaminhadas pelo governador Wellington Dias à Assembleia Legislativa nesta terça-feira (10),  solicitando a autorização dos deputados para a contratação de novos empréstimos para a realização de obras no estado.

O orador criticou o discurso da oposição, com o objetivo de confundir a opinião sobre os pedidos de empréstimos, principalmente quando diz que os recursos poderão ser desviados.

Francisco Limma ressaltou que, ao contrário de outros estados, o Piauí tem capacidade financeira para obter esses novos empréstimos, tendo em vista que somente comprometeu até agora 51% de suas receitas correntes líquidas, que chegam a R$ 10 bilhões por ano. O parlamentar lembrou que São Paulo, que é o Estado mais rico do Brasil, compromete 200% de suas receitas correntes líquidas com  operações de crédito.

“Graças a uma atuação planejada e cuidadosa do governador Wellington Dias, o Piauí equilibrou as suas finanças e tem crescido acima da média nacional e regional”, ressaltou. Limma lembrou que, em 2003, quando Wellington Dias assumiu a administração estadual, o Piauí comprometia 164% de suas receitas correntes líquidas com o pagamento de dívidas.

O líder do Governo acrescentou que os recursos dos empréstimos possibilitarão ao Governo a retomada dos investimentos no Piauí, promovendo a geração de emprego e renda. O deputado afirmou que o Estado pretende obter um dos empréstimos para alongamento do prazo de pagamento de R$ 1,2 bilhão, o que fará com que os juros anuais tenham uma redução de 12% ou 14% ao ano para cerca de 8%.

Francisco Limma adiantou que outro empréstimo no valor de R$ 1,5 bilhão será utilizado para a realização de obras, incluindo a recuperação de mais de quatro mil quilômetros de estradas e a construção de acessos rodoviários a alguns municípios, como Morro Cabeça no Tempo e Domingos Mourão.

J. Barros - Edição: Katya D'Angelles

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí