Teresa Britto adverte que 31 barragens do Piauí apresentam problemas
19/02/2019 13h27

 

A deputada Teresa Britto (PV) disse, hoje(19), que relatório da Agência Nacional de Águas (Ana) divulgado em outubro de 2017 apontou que 31 barragens se encontravam com problemas no Piauí. Ela pediu que os órgãos responsáveis, como o DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), adotem providências urgentes visando a manutenção dessas barragens.
Teresa Britto afirmou que, juntamente com os deputados Francisco Limma (PT), líder do Governo, e Marden Menezes (PSDB), apresentou requerimento pedindo que a direção do DNOCS e do Idepi (Instituto de Desenvolvimento do Piauí) e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente prestem esclarecimentos à Assembleia Legislativa sobre a real situação das barragens.
Em aparte, o deputado Franzé Silva (PT) disse que os parlamentares devem conseguir junto ao Governo Federal a liberação de recursos para que seja realizado um trabalho visando prevenir acidentes com as barragens piauienses, como o que ocorreu em Brumadinho, Minas Gerais.
Por sua vez, o deputado Francisco Limma, também, em aparte, disse que os diretores dos órgãos responsáveis pelas barragens devem comparecer à Comissão de Infraestrutura e Política Econômica da Alepi para prestar informações sobre a manutenção das barragens. Ele assinalou que o relatório da Ana inclui barragens do Piauí que ainda não foram concluídas, como a de Tinguis e Atalaia.
Em outra parte do seu pronunciamento, Teresa Britto defendeu a punição do morador do conjunto Saci que cortou um grande número de árvores da praça Gentil Macedo localizada naquele bairro. Ela pediu ainda que a Prefeitura de Teresina realize um ato naquela praça visando lançar uma campanha para o replantio de árvores na praça do Saci.
Por J. Barros

A deputada Teresa Britto (PV) destacou, hoje (19), que o relatório da Agência Nacional de Águas (Ana), divulgado em outubro de 2017, apontou que 31 barragens apresentavam problemas no Piauí. A oradora pediu que os órgãos responsáveis pela fiscalização dessas barragens, como o DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), adotem providências urgentes visando a manutenção desses reservatórios.

Teresa Britto, juntamente com os deputados Francisco Limma (PT), líder do Governo, e Marden Menezes (PSDB), apresentou requerimento pedindo que a direção do DNOCS e do Idepi (Instituto de Desenvolvimento do Piauí) e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente esclareçam à Assembleia Legislativa sobre a real situação dessas barragens.

Em aparte, o deputado Franzé Silva (PT) disse que os parlamentares devem conseguir junto ao Governo Federal a liberação de recursos para que seja realizado um trabalho de prevenção de acidentes com as barragens piauienses, como o que ocorreu em Brumadinho, Minas Gerais.

Por sua vez, o deputado Francisco Limma, também, em aparte, disse que os diretores dos órgãos responsáveis pelas barragens devem comparecer à Comissão de Infraestrutura e Política Econômica da Alepi para prestar informações sobre a manutenção das barragens. Ele assinalou que o relatório da Ana inclui barragens do Piauí que ainda não foram concluídas, como a de Tinguis e Atalaia.

Em outra parte do seu pronunciamento, Teresa Britto defendeu a punição do morador do conjunto Saci que cortou um grande número de árvores da praça Gentil Macedo localizada naquele bairro. Ela pediu ainda que a Prefeitura de Teresina realize um ato naquela praça visando lançar uma campanha para o replantio de árvores na praça do Saci.

Por J. Barros
Edição: Paulo Pincel

 

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí