Morte de mãe de cinco filhos repercute na Assembleia
12/12/2018 13h58

 

A morte de mulher em correnteza no conjunto Torquato Neto repercutiu na Assembleia, através de pronunciamento do deputado EvaldoGomes (PTC). Ele disse que a vítima se chamava Daniele e eramaranhense e apenas passava uns dias em Teresina.
Carla Daniela Moraes Rodrigues, de 32 anos, era mãe de cinco filhos, inclusive um bebê de três meses e uma menina de três anos, que vieram de Bacabal, no Maranhão para visitar parentes em Teresina. Carla morreu afogada na tarde de domingo (9), depois de ser arrastada pela enxurrada que se formou com a água da chuva nas ruas e avenidas do Residencial Torquato Neto, na zona Sul de Teresina.
Segundo o parlamentar a culpa pelo acidente foi das autoridades estaduais e municipais, que não fizeram saneamento básico no bairro. Ele falou notempo dos dois minutos e defendeu indenização para os familiares davítima.
O deputado Francisco Lima (PT) também falou sobre o falecimento emTeresina, na madrugada desta quarta-feira (12), do professor ManoelAntônio, um dos fundadores do PT que foi candidato a prefeito de Altose também a deputado estadual. Ele se solidarizou com os familiares dofalecido.
Também usando o tempo dos dois minutos os deputados Francisco Lima,Dr. Hélio e Luciano Nunes falaram sobre reuniões das comissõestécnicas, que para eles devem acontecer conjuntamente, nasegunda-feira. Lima destacou que há matérias de interesse da UESPI,Dr. Hélio falou de emendas que apresentou em favor da mesma e LucianoNunes acusou o governo de não executar os orçamentos aprovados para aUESPI.
Raimundo Cazé - Edição: Paulo Pincel

A morte de uma senhora no conjunto Torquato Neto repercutiu na Assembleia Legislativa, em pronunciamento do deputado Evaldo Gomes (PTC). 

Carla Daniela Moraes Rodrigues, de 32 anos, era mãe de cinco filhos, inclusive um bebê de três meses e uma menina de três anos, que vieram de Bacabal, no Maranhão para visitar parentes em Teresina. Carla morreu afogada na tarde de domingo (9), depois de ser arrastada pela enxurrada que se formou com a água da chuva nas ruas e avenidas do Residencial Torquato Neto, na zona Sul de Teresina.

Segundo o parlamentar, a culpa pelo acidente foi das autoridades estaduais e municipais, que não fizeram saneamento básico no bairro. Ele falou no tempo dos dois minutos e defendeu indenização para os familiares da vítima.


Petista

O deputado Francisco Lima (PT) também falou sobre o falecimento em Teresina, na madrugada desta quarta-feira (12), do professor Manoel Antônio, um dos fundadores do PT que foi candidato a prefeito de Altos e também a deputado estadual. Ele se solidarizou com os familiares do falecido.

Também usando o tempo dos dois minutos os deputados Francisco Lima, Dr. Hélio (PR) e Luciano Nunes (PSDB) falaram sobre reuniões das comissões técnicas, que para eles devem acontecer conjuntamente, na segunda-feira. Lima destacou que há matérias de interesse da UESPI, Dr. Hélio falou de emendas que apresentou em favor da mesma e Luciano Nunes acusou o governo de não executar os orçamentos aprovados para a UESPI.

Raimundo Cazé - Edição: Paulo Pincel

 

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí