Plenário aprova parcelamento de contas de água e energia durante a pandemia
04/11/2020 14h35

 

Plenário da ALEPI aprova parcelamento de contas de água e luz atrasados na pandemia
 
Em reunião plenário virtual realizada na manhã desta quarta-feira (4), a Assembleia Legislativa do Estado votou e aprovou por unanimidade, em primeira e segunda votação, o Projeto de Lei de autoria dos deputados João Madson (MDB) e Henrique Pires (MDB), que prevê o prazo de 12 meses para o parcelamento das contas de energia em atraso no período da pandemia da Covid-19.
 
“Isto dará mais fôlego aos consumidores porque hoje a empresa está querendo que os débitos sejam quitados em seis meses e muitas pessoas, inclusive os pequenos empresários e o consumidor estão passando por dificuldades sem a menor condição de quitar estes débitos num prazo mais curto”, afirmou Henrique Pires.
 
Foram aprovados ainda durante a sessão o Projeto de Lei de autoria do Governo do Estado que que estabelece as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária Anual para 2021 em redação final; e em primeira e segunda votação, o Projeto que suspende o prazo para pagamento do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) no Piauí durante a pandemia da Covid-19.
 
Também foi aprovada o PL enviado pelo Poder Judiciário que estabelece disposições transitórias relativas à circunscrição territorial das serventias extrajudiciais do Estado ainda não instaladas; e o Projeto que prorroga o Programa de Recuperação de Créditos Tributários do Tribunal de Justiça do Piauí (Refis).
 
Foi aprovado ainda o Projeto de Lei de autoria do deputado Severo Eulálio (MDB) que assegura às mulheres com alto risco de desenvolvimento de câncer de mama e de ovário a realização de exame genético para pesquisa de mutação em genes relacionados às doenças nas unidades básicas de saúde ou conveniadas ao Sistema Único de Saúde no Estado; e os indicativos de Projeto de Lei de autoria da deputada Lucy Soares (PP) que torna obrigatório psicólogo nas escolas estaduais; e o indicativo de autoria do deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos) que cria o prontuário eletrônico na saúde.
 
A sessão plenária da Assembleia foi presidida pelo presidente da Casa, deputado Themistocles Filho (MDB) e contou com a participação dos deputados Evaldo Gomes (Solidariedade), B. Sá (PP), Elisangela Moura (PCdoB), Firmino Paulo (PP), Flora Izabel (PT), Francisco Costa (PT), Fábio Novo (PT) ,Georgiano Neto (PSD), Gessivaldo Isaias (Republicanos), Hélio Oliveira (PL) , João de Deus PT) , Lizie Coelho (PP), Paulo Martins (PT), Ziza Carvalho (PT), Carlos Augusto (PL), Júlio Arcoverde (PP), Cícero Magalhães (PT), João Madison (MDB), Henrique Pires (MDB) e Oliveira Neto (Cidadania).
 
 
 
Laryssa Saldanha

A Assembleia Legislativa do Estado votou e aprovou por unanimidade, em primeira e segunda votação, o Projeto de Lei de autoria dos deputados João Madson (MDB) e Henrique Pires (MDB), que prevê um prazo de 12 meses para o parcelamento das contas de água e energia atrasados durante a pandemia da Covid-19.
 
“Isto dará mais fôlego aos consumidores porque hoje a empresa está querendo que os débitos sejam quitados em seis meses e muitas pessoas, inclusive os pequenos empresários e o consumidor estão passando por dificuldades sem a menor condição de quitar estes débitos num prazo mais curto”, afirmou Henrique Pires.
 
Foram aprovados ainda durante a sessão, as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária Anual para 2021, em redação final; e em primeira e segunda votação, o Projeto que suspende o prazo para pagamento do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) no Piauí durante a pandemia da Covid-19.

Também foi aprovada, proposta do Poder Judiciário, que estabelece disposições transitórias relativas à circunscrição territorial das serventias extrajudiciais do Estado ainda não instaladas; e o Projeto que prorroga o Programa de Recuperação de Créditos Tributários do Tribunal de Justiça do Piauí (Refis).

Foi aprovado ainda o Projeto de Lei de autoria do deputado Severo Eulálio (MDB) que assegura às mulheres com alto risco de desenvolvimento de câncer de mama e de ovário a realização de exame genético para pesquisa de mutação em genes relacionados às doenças nas unidades básicas de saúde ou conveniadas ao Sistema Único de Saúde no Estado. Também os indicativos de Projeto de Lei de autoria da deputada Lucy Soares (PP) que torna obrigatório psicólogo nas escolas estaduais; e do deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos) que cria o prontuário eletrônico na saúde.

A sessão plenária da Assembleia foi presidida pelo presidente da Casa, deputado Themistocles Filho (MDB), e contou com a participação dos deputados Evaldo Gomes (Solidariedade), B. Sá (PP), Elisangela Moura (PCdoB), Firmino Paulo (PP), Flora Izabel (PT), Francisco Costa (PT), Fábio Novo (PT), Georgiano Neto (PSD), Gessivaldo Isaias (Republicanos), Dr. Hélio (PL), João de Deus PT), Liziê Coelho (MDB), Paulo Martins (PT), Ziza Carvalho (PT), Carlos Augusto (PL), Júlio Arcoverde (PP), Cícero Magalhães (PT), João Madison (MDB), Henrique Pires (MDB) e Oliveira Neto (Cidadania).

Laryssa Saldanha - Edição: Katya D'Angelles

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí