Famílias de mais cinco comunidades de Miguel Alves têm água nas torneiras
28/07/2020 11h55

 

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira (28), em reunião virtual sob a presidência do deputado Severo Eulálio (MDB), parecer favorável do deputado B. Sá (Progressistas) ao Projeto de Lei 96/2020 do deputado Marden Menezes (PSDB) que reconhece a prestação dos serviços de atividade física e exercício físico como essencial no Piauí.
B. Sá justificou o seu parecer afirmando que o Projeto de Lei atende os requisitos constitucionais e legais brasileiros que estabelece a educação física como atividade importante para prevenção contra doenças, já que os seus praticantes aumentam a imunidade, além de melhorar as suas taxas de saúde, como a glicemia.
O parlamentar progressista assinalou que a aprovação do Projeto de Lei é de grande importância para melhorar a saúde dos piauienses, principalmente, durante a pandemia do novo coronavírus. Marden Menezes agradeceu aos parlamentares a aprovação do PL de sua autoria e parabenizou B. Sá pelo parecer. A matéria será analisada agora pela Comissão de Saúde, Educação e Cultura.
Os deputados Gessivaldo Isaías (Republicanos) e Teresa Britto (PV) pediram vistas do Projeto de Lei 114/20 do deputado Júlio Arcoverde (Progressistas) que recebeu parecer favorável do deputado B. Sá. A proposição trata de alteração na forma de pagamento dos hospitais e clínicas que prestam serviços ao Plamta (Plano de Saúde Tratamento e Assistência do Estado do Piauí) durante a pandemia do coronavírus.
Participaram da reunião virtual da CCJ, além do presidente Severo Eulálio (MDB), os deputados Gessivaldo Isaías (Republicanos), B. Sá (Progressistas), Teresa Britto (PV), Henrique Pires (MDB) e Marden Menezes (PSDB).
J. Barros

As comunidades Mato Seco, Santo Inácio, Centro do Almir e Perusal, zona rural de Miguel Alves, foram as comunidades recém contempladas, de um total de 54 povoados, com a obra de abastecimento e que receberam a ligação da água nos últimos dias.

A zona rural de Miguel Alves é uma das maiores entre os municípios do Piauí e recebeu o investimento de mais de R$ 7,5 milhões. A obra de abastecimento foi iniciada ainda na gestão do deputado estadual Henrique Pires (MD), como presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Na localidade Mato Seco foram 54 famílias, em Santo Inácio outras 34, Centro do Almir, 37 e Perusal, com mais 45 residências contempladas.

“Muito importante e gratificante uma informação como essa, só nesta última etapa finalizada, das últimas comunidades que foram ligadas, são mais de 150 famílias sendo beneficiadas com água de qualidade dento de suas casas. Ainda mais neste momento pelo qual passamos em que o acesso a água se tornou ainda mais imprescindível”, ressalta Henrique Pires.

O investimento, que foi iniciado ainda na gestão das ex-prefeita Salete Rego, em parceria com o órgão federal, na época presidido por Henrique Pires, ficou conhecido por ter sido o maior projeto de abastecimento já realizado pela Funasa no estado e com gestão do superintendente da Funasa no Piauí, José Raimundo.

Assessoria parlamentar - Edição: Katya D'Angelles

 

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí