Aluisio Martins

Deputado: Aluisio Martins
Partido: PT
Legislatura: 2015-2018
Email: aluisiomartins@alepi.pi.gov.br
Home Page: http://www.alepi.pi.gov.br

Curriculum: QUEM É ALUISIOMARTINS 

Eu, ALUISIO DE SOUZA MARTINS, casado, nasci na zona rural de Campo Maior, na localidade “Contente”, em 3 de janeiro de 1962.
Meu pai Joaquim de SouzaMartins (J. Martins), trabalhava na roça, na pecuária e tinha uma pequena quitanda. No início, em 1965, percorria cerca de 50km de bicicleta para comprar mercadoria em Campo Maior. Minha mãe Odália Soares Martins, cuidava da casa e dos filhos, sendo que teve 12, mas 2 morreram de parto. São 6 homens e 4 mulheres, todos casados. Como quase todo ano nascia um, os mais velhos cuidavam dos mais novos e dormíamos no mesmo quarto.

A maior perda da nossa família, foi o falecimento do nosso irmão Francisco (Zico Martins), em 17.03.1993, por acidente de carro, quando retornava de Pedro II, onde foi participar de audiência na condição de Advogado do sindicato dos trabalhadores rurais.Alfabetizei-me no interior,com 7 anos, numa escola de chão batido. Apanhei muito de palmatória porque insistia em escrever com a mão esquerda, mas a professora dizia que era proibido, por conta da Ditadura Militar. 

Em 1972, fui estudar em Campo Maior, nas escolas Marion Saraiva e GOT. Iniciei o 2º Grau no Colégio Estadual e estudava à noite, pois comecei a trabalhar aos 16 anos numa sapataria, depois passei a trabalhar na Casa Marca Jacob. Em razão do meu bom desempenho, fui convidado para trabalhar na filial de Teresina. Vivia numa pensão, trabalhava de segunda a sábado e estudava à noite. Fim de semana vinha para minha cidade,onde participava ativamente de grupos de jovens. Diante de meu engajamento na Igreja, o Pe. Isaac, que foi meu padrinho de crisma, convidou-me para o sacerdócio. Em 1981 ingressei no seminário menor, em Teresina; em 1982 fui estudar no Seminário Maior de Fortaleza,quando, então, participei das comunidades eclesiais de base, tendo contato coma Teologia da Libertação, cujo movimento contribui bastante para a fortalecimento dos partidos de esquerda. Depois, em 1984, fui para o Seminário de Salvador-Ba. Após quatro anos, descobri que não tinha vocação para padre. Aprendi muito com a religião, por isso continuo servindo à Deus e divulgando os valores cristãos, pois representam o alicerce de nossa sociedade.  

Em 1985, trabalhei nos bancos Comind, depois no Econômico e Banco Regional de Brasília (banco federal), todos em Salvador, cujo período participei das lutas da categoria bancária.Estudei Teologia, Filosofia e Direito, no qual me formei em 1995, pela Universidade Federal do Piauí. Sou Especialista em Processo Civil pela Universidade Federal do Ceará e Mestre em Direito pela Universidade Católica de Brasília. Na minha adolescência de menino pobre, em Campo Maior, tinha o sonho de trabalhar no Banco do Brasil ou ser servidor público. Na época, havia pouco concurso para bancário e só ingressava no serviço público quem tinha padrinho político, cuja influência, nossa família não tinha. Quando foi promulgada a Constituição Federal, em 05.10.88,vibrei com a chegada da democracia e, especialmente, com a regra que exigia concurso para ingressar no serviço público, que era uma bandeira dos partidosde esquerda, especialmente do PT.

Em 1989, mediante concurso,ingressei no TRT da Bahia, depois, em 1993, fui removido para o TRT do Piauí,onde trabalhei até 2001, no cargo de Analista Judiciário. Ainda em 1989, ocupei por concurso o cargo de Professor de Filosofia do Estado da Bahia. Em outubro de 2001, ingresseipor concurso no cargo de Advogado da União, onde trabalho até hoje. Em 2011,por concurso, ingressei como Professor Efetivo da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).
Acredito na força do estudo e do trabalho e, na condição de Advogado Federal e Professor, venho lutando para que todos, especialmente os jovens mais carentes, tenham uma educação de mais qualidade e sucesso na carreira profissional, pois entendo que o papel do professor não é apenas ensinar, mas apontar caminhos. Ralei muito para chegaraté aqui e luto por uma sociedade mais justa, humana, solidária, onde cada pessoa possa ser respeitada e ser feliz.

Sinto-me preparado para novos desafios.

E-Mail: aluisiomartins@hotmail.com